Notícias médicas

Leite desnatado promove perda de peso

Para acelerar o processo de perda de peso, todos os dias você definitivamente deve beber um copo de leite desnatado. Essa recomendação foi feita recentemente por cientistas dos Estados Unidos, que afirmam que esta bebida melhora significativamente o processo de perda de peso. Este efeito é explicado pela presença de leite vitamina Dsendo um queimador de gordura nutritivo eficaz.

Especialistas enfatizam que, segundo as estatísticas, cerca de metade das pessoas com sobrepeso apresentam deficiência de vitamina D. No decorrer das pesquisas, os cientistas confirmaram que o leite sem gordura ajuda a preencher essa deficiência e a perder peso mais ativamente. Durante o experimento, no qual as mulheres participaram, todos os voluntários treinaram de acordo com a mesma metodologia. Ao mesmo tempo, alguns deles bebiam um copo de leite desnatado todos os dias. Como resultado, aqueles que incluíram essa bebida no menu tiveram perda de gordura mais visível e construção muscular ativa.

O leite contém não apenas a vitamina mencionada, mas também proteínas, além de cálcio, que é um microelemento importante para o corpo. No entanto, para obter o efeito da perda de peso, é recomendável combinar o consumo dessa bebida com o treinamento esportivo e, ao mesmo tempo, não ignorar os exercícios de força.

Outra boa recomendação para a perda de peso dos cientistas americanos é o aconselhamento sobre a introdução de chocolate preto no menu. Segundo os pesquisadores, o consumo de chocolate ajuda as pessoas a não sentir mais fome e, consequentemente, a comer menos ao longo do dia. Apesar do chocolate ser um produto de alto teor calórico, como resultado, uma pessoa ainda consome menos calorias por dia, devido à qual ocorre a perda de peso.

Para obter esse efeito, o chocolate deve ser consumido 20 minutos antes do almoço ou jantar e 5 minutos após uma refeição. Em nenhum caso você deve abusar desta sobremesa: uma porção não deve exceder 10 g.

E para quem quer perder peso e, ao mesmo tempo, trazer benefícios tangíveis ao corpo, recomenda-se substituir o chocolate amargo hematogênico. Este produto possui muito ferro e outras substâncias benéficas. Portanto, o consumo de hematogênio como sobremesa ajudará não apenas a fortalecer o sistema imunológico, mas também a melhorar a visão, normalizar a digestão e aumentar a capacidade de trabalho. Mas não devemos esquecer que o hematogen é um produto de alto teor calórico. 100 g contém mais de 350 quilocalorias. Portanto, sua quantidade na dieta não deve ser excessiva.

Assista ao vídeo: LEITE mais ANABOLICO do que WHEY no pós treino LEIA TODOS OS ESTUDOS NO CORPO DO POST ANTES (Novembro 2019).

Publicações Populares

Categoria Notícias médicas, Próximo Artigo

Dorsopatia
Doença

Dorsopatia

Informações gerais, o que é esta doença? O termo coletivo "dorsopatia" medicina moderna combina uma variedade de doenças da coluna vertebral e tecidos moles próximos, cujos principais sintomas negativos são manifestados por dor reflexa nas costas, acompanhada de várias complicações neurológicas.
Leia Mais
Meningoencefalite
Doença

Meningoencefalite

Informações gerais A meningoencefalite é uma condição na qual um paciente desenvolve inflamação das membranas do cérebro e da medula espinhal. A peculiaridade desta doença é que ela combina os sintomas de duas doenças bastante graves. A encefalite é caracterizada pelo desenvolvimento do processo inflamatório da substância do cérebro.
Leia Mais
Demência
Doença

Demência

Informações gerais A demência senil (outra definição dessa doença é demência senil) é uma doença que se desenvolve em uma pessoa na terceira idade devido a processos atróficos no cérebro. Como a demência senil se manifesta? A demência se manifesta por uma deterioração gradual da atividade mental.
Leia Mais
Bronquiolite
Doença

Bronquiolite

Informações gerais A bronquiolite obliterante ou constritiva pertence ao grupo de doenças respiratórias graves. É causada por obstrução progressiva persistente (por obstrução lat - obstrução) dos departamentos finais da árvore brônquica como resultado do processo inflamatório ou alterações fibróticas.
Leia Mais